Destaques

Definido nesse domingo em Fagundes Varela - RS, os Campeões Brasileiros de Motocross 2018

Escrito em 08/11/2018
Motopress


O encerramento da temporada 2018 foi em Fagundes Varela (RS), foi promovida pelo o Pelo Eduardo (Dudi) do Motoclube Fim da Picada, empresa Foco Racing e  Prefeitura de Fagundes Varela - RS, que nåo mediram esforços para realização da etapa final.
Toda a extrutura estava perfeita, parabéns a todos os envolvidos na realização do evento.



​Depois de um sábado com muita chuva e pista encharcada, o sol trouxe um clima mais favorável para a grande final do Campeonato Brasileiro de Motociclismo que acabou tendo os campeões definidos no domingo, 04 de novembro. 

Com as disputas das categorias MX1, MX2, MX3 MX4, MX5, MXJR, MX2jR, MXF e MX Elite. O público compareceu em peso, aproximadamente oito mil pessoas marcaram presença neste domingo.

Para dar a largada a Confederação Brasileira de Motociclismo, substituiu as placas de contagem regressiva e de últimas voltas, por placas azuis, em alusão a campanha do Novembro Azul, que traz um alerta a todos os homens para a prevenção do câncer de próstata.



Pela manhã, os pilotos da MX3 que não puderam correr no sábado devido ao mal tempo, aceleraram domingo no topo da Serra da Gaúcha. Daniel Pessanha, o Federal, largou na primeira posição. A prova foi marcada por muitas trocas de posições entre o líder da prova e o líder do campeonato, Marcos Cordeiro. Mas a surpresa veio da equipe IMS Racing, com Cristiano Lopes, que garantiu o topo do pódio, seguido por Federal. Marcos Cordeiro garantiu pontuação suficiente para levar o quarto lugar e ainda o título de campeão brasileiro.



Na categoria feminina, Maiara Basso, da equipe Rinaldi fez uma boa largada e consagrou o título sem muitos desafios. Com a vitória a gaúcha acumula na carreira o sete títulos de campeã brasileira. Na segunda posição ficou Marcely Lobato seguida por  Larissa Laira e Tatiane Poltronieri e Micheli Schimidt, completaram os dois últimos lugares do pódio.



A etapa também teve fortes emoções na categoria MX4 que teve o Campeão Willian Guimaraes e Milton Becker campeão da categoria MX5 , o Chumbinho como campeão pela categoria MX5 . O título foi entregue pelas mãos do presidente da CBM, Firmo Alves que homenageou e declarou a importância do piloto para a história do motociclismo brasileiro. De forma emocionada, Chumbinho anunciou a aposentadoria após 35 anos de dedicação ao esporte. Com a vitória ele coleciona em sua história 27 títulos. O piloto deixou o pódio com os aplausos e vibrações do público presente.



Fabio Santos chegou ao bicampeonato do Brasileiro de Motocross na MX2. O paulista de Jarinu ganhou em 2016 e 2018 a categoria das motos 250F. Após uma disputa intensa com o piloto Pepê Bueno ao longo das últimas rodadas, assegurou o título na última corrida do dia, com vitória.

Tallys Nathan já havia garantido o título da MX2-Junior com duas rodadas de antecedência. A sensação de Santa Cruz do Capebaribe, Pernambuco, ganhou também a rodada final e comemorou junto com a equipe.



Muita emoção também marcou a categoria MX1. A briga pelo título foi boa entre as bandeiras azul, da Yamaha e vermelha, da Honda. O público vibrou a cada volta na torcida pelo espanhol Carlos Campano (Yamaha) e o equatoriano Jetro Salazar (Honda). Na primeira bateria, um problema na motocicleta obrigou Salazar a abandonar a corrida. Bom para o espanhol que garantiu já na primeira bateria o quinto título de campeão pela MX1. Mas, os pilotos voltaram a se encontrar na segunda bateria, na qual também é válida pela categoria MX Elite. Apesar do colega de equipe Hector Assunção ter feito a melhor prova, Jetro Salazar ainda conseguiu voltar para a prova com motocicleta substituta e garantir o título de campeão pela categoria MX Elite por três pontos de diferença do português Paulo Alberto.

 

O Campeonato Brasileiro foi realizado em oito etapas e teve o patrocínio da Honda, Rinaldi, Baterias Erbs, Yamaha e IMX Racing, com o apoio da Uniart Troféus. A realização da final da temporada foi realizada pela Foderação Gaúcha de Motociclismo com promoção do Moo Clube Fim da Picada e apoio da Foco Racing e supervisionada pela Confederação Brasileira de Motociclismo.

 


Confira os resultados:

MX3  Prova

1º - 26 - CRISTIANO LOPES
2º - 35 - DANIEL DA SILVA PESSANHA
3º - 1 - WILLIAN APARECIDO ALVES GUIMARAES
4º - 42 - MARCOS CAMPOS CORDEIRO
5º - 23 - VINICIUS MACHADO BORGARELLI DE QUEIROZ

CAMPEÃO: Marcos Cordeiro
VICE-CAMPEÃO: Daniel Pessanha (Federal)


MXF - Prova

1º - 8 - MAIARA BASSO
2º - 222 - MARCELY LOBATO CAZADINI
3º - 22 - LARISSA DALLÓ LAIRA
4º - 92 - TATIANE APARECIDA POLTRONIERI
5º - 81 - MICHELI KARINE SCHMIDT

CAMPEÃ: Maiara Basso
VICE-CAMPEÃ: Larissa Dalló


MXJR

1º - 10 - GABRIEL BOHRER ANDRIGO
2º - 202 - HENRIQUE HENICKA
3º - 18 - MATHEUS PAVAO DE FREITAS
4º - 227 - LUIZ GUILHERME MARTINS CARDOSO
5º - 15 - LUCCA DALLAGNOL BOTOLLI

CAMPEÃO: Gabriel Andrigo
VICE-CAMPEÃO: Henrique Henicka


MX2JR - Prova

1º - 183 - TALLYS NATHAN SILVA BRITO
2º - 138 - NICOLAS EDUARDO DE OLIVEIRA
3º - 111 - JOAQUIM ANTONIO DE OLIVEIRA NETO
4º - 15 - PEDRO MAGERO
5º - 841 - JOÃO VITOR PEREIRA XAVIER

CAMPEÃO: Tallys Nathan
VICE-CAMPEÃO: João Vitor Xavier

 


MX4 - Prova

1º - 26 - CRISTIANO LOPES
2º - 21 - WILLIAN APARECIDO ALVES GUIMARAES
3º - 27 - GUSTAVO DE OLIVEIRA VISOTO
4º -  25 - WALTER SERGIO TARDIN
5º - 911 - RENE DE ALBUQUERQUE RODRIGUES

CAMPEÃO: William Guimarães
VICE-CAMPEÃO: Cristiano Lopes


MX5 - Prova

1º -  2- MILTON BECKER
2º - 54 - CARLOS GUSTAVO KETTERMANN
3º - 50 - CLAUDINEY JOSE GUASTI
4º - 118 - OSNI LUCIO
5º - 161 - LEO LOPES

CAMPEÃO: Milton Becker (Chumbinho)
VICE-CAMPEÃO: Fábio Aleixo


MX1 - Prova

1º - 30 - HECTOR ASSUNÇÃO
2º -211 - PAULO ALBERTO
3º - 1 - CARLOS CAMOANO
4º - 101 - HUMBERTO MARTIN
5º - 27 - THALES VILARDI

CAMPEÃO: CARLOS CAMPANO
VICE-CAMPEÃO: PAULO ALBERTO


MX2 - Prova

1º - 4 - FÁBIO SANTOS
2º -  945 - LEONARDO SOUZA
3º - 934 - LUCAS DUNKA
4º - 97 - PEDRO BUENO
5º - 183 - TALLYS NATHAN

CAMPEÃO: Fábio Santos
VICE-CAMPEÃO: Pedro Bueno (Pepê)


MX Elite - Prova
1º -  30 - HECTOR FREITAS ASSUNÇAO
2º - 211 - PAULO ALBERTO
3º - 1 - CARLOS CAMPANO JIMENEZ
4º   - 20 - JETRO SALAZAR
5º - 10 - JEAN CARLO RAMOS

CAMPEÃO: Jetro Salazar
VICE-CAMPEÃO: Paulo Alberto