Destaques

Tunico Maciel (Elite), Dário Júlio (Brasil) e Bárbara Neves (Feminina) vencem primeiro dia do Enduro da Independência

Escrito em 05/09/2020
Cesar Araujo

Pilotos da equipe Honda Racing iniciam a 38ª edição do enduro de regularidade com 100% de rendimento



Tunico Maciel, da equipe Honda Racing, no primeiro dia de disputas do Enduro da Independência 2020. Crédito: Janjão Santiago/Mundo Press

Socorro (SP) – O 38º Enduro da Independência teve início nesta sexta-feira (4/9) com domínio dos pilotos da equipe Honda Racing. Tunico Maciel abriu a disputa da categoria Elite em primeiro lugar, utilizando a motocicleta CRF 250RX. Dário Júlio foi o destaque da classe Brasil e Bárbara Neves, da Feminina. Os dois competem com a CRF 250F, de fabricação nacional. O percurso do dia incluiu 117 quilômetros na região de Socorro (SP), sendo que neste sábado (5/9) os pilotos partem para Itajubá (MG). O roteiro da segunda etapa será o mais longo da competição, com 237 km e mais de oito horas e meia de prova.



Tunico Maciel, da equipe Honda Racing, no primeiro dia de disputas do Enduro da Independência 2020. Crédito: Janjão Santiago/Mundo Press

Para o mineiro Tunico Maciel, atual campeão brasileiro de Rally Cross Country e bi do Sertões entre as motos, a etapa de abertura foi de adaptação. Ele precisou “virar a chave” do rally para o enduro de regularidade. “Eu tenho focado muito nas provas de rally, então sofri um pouco para me adaptar à navegação e ao estilo de pilotagem do regularidade. De qualquer forma, o dia foi 100%, andei bem e estou muito feliz. Agora vou descansar, porque amanhã tem mais e quero conseguir de novo um bom resultado”, avisa.



Dário Júlio, da equipe Honda Racing, no primeiro dia de disputas do Enduro da Independência 2020. Crédito: Janjão Santiago/Mundo Press

Dário Júlio, que possui seis títulos no Enduro da Independência, também já está de olho nos próximos desafios. “Vamos para cima, o objetivo é continuar concentrado em busca da taça da categoria Brasil. A etapa de abertura mostrou muita qualidade, o que nos deixa muito animados para os três próximos dias”, afirma. “A etapa teve médias justas e bastante trilha por lugares fantásticos. A região é muito bonita, repleta de mata e montanhas. A CRF 250F esteve perfeita, só precisei fazer a manutenção básica no fim do dia”, continua o mineiro.



Bárbara Neves, da equipe Honda Racing, no primeiro dia de disputas do Enduro da Independência 2020. Crédito: Janjão Santiago/Mundo Press

​Bicampeã da Feminina, Bárbara Neves é embaixadora da prova e ressalta a alegria de poder estar na trilha, após mais de cinco meses de paralisação das competições por conta da pandemia de coronavírus. “Estou muito feliz de voltar a competir e de rever os amigos do Enduro da Independência. A prova começou com trilhas e visuais incríveis, as expectativas são ainda melhores para amanhã”, conclui a goiana.


Patrocinado pela Honda, o 38º Enduro da Independência inclui 635 quilômetros de roteiro, percorridos em quatro dias na região da Serra da Mantiqueira. O evento é fechado ao público, devido à pandemia. Depois de Socorro (SP), palco da largada, a caravana do evento segue para Itajubá (MG) e Caxambu (MG), local da chegada na próxima segunda-feira (7/9), Dia da Independência do Brasil.

A equipe Honda Racing de Enduro de Regularidade é patrocinada por Pro Honda, ASW, Michelin, DID, Alpinestars e Seguros Honda.

38º Enduro da Independência
Socorro (SP) a Caxambu (MG)

Resultados – 1ª etapa

Categoria Elite
1º – #11 – Tunico Maciel – 50 pontos – Honda CRF 250RX

2º – #6 – Emerson Loth “Bombadinho” – 44
3º – #7 – Guilherme Trancoso Carvalho – 36

Categoria Brasil
1º – #35 – Dário Júlio – 50 pontos – Honda CRF 250F

2º – #34 – Felipe Arantes – 44
3º – #33 – Alan Muniz – 20

Categoria Feminina
1º – #173 – Bárbara Neves – 50 pontos – Honda CRF 250F

Programação*

5/9 – sábado
2º dia – Socorro (SP) a Itajubá (MG) – 237 km
6h – Largada do primeiro piloto – Parque da Cidade – Socorro (SP)
14h – Chegada do primeiro piloto – Kartódromo de Itajubá (MG)
19h – Resumo do dia e briefing

6/9 – domingo
3º dia – Itajubá (MG) a Caxambu (MG) – 158 km
7h – Largada do primeiro piloto – Kartódromo de Itajubá (MG)
12h – Chegada do primeiro piloto – Centro de Convenções de Caxambu (MG)
19h – Resumo do dia e briefing

7/9 – segunda-feira
4º dia – Caxambu (MG) – 123 km
7h – Largada do primeiro piloto – Centro de Convenções de Caxambu (MG)
13h – Chegada do primeiro piloto – Centro de Convenções de Caxambu (MG)
18h – Premiação – Parque da Cidade – Centro de Convenções de Caxambu (MG)

Total da prova: 635 km
* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.

Crédito: Janjão Santiago/Mundo Press