Gate cheio no Brasileiro de Velocross, em Guarapuava (PR)

Escrito em 03/11/2020
Cesar Araujo

Disputa, válida também pelo Pro Tork Paranaense e Copa Integração, foi um enorme sucesso no fim de semana, dias 31 de outubro e 1 de novembro

 



As segundas etapas dos campeonatos Brasileiro e Pro Tork Paranaense de Velocross, junto a quarta da Super Copa Integração, foram realizadas com enorme sucesso em um evento conjunto no fim de semana, dias 31 de outubro e 1 de novembro, na cidade de Guarapuava.

Mais uma vez, quem deu show de pilotagem na categoria principal foi o atleta de Almirante Tamandaré, Rafael Faria. “Fiz uma boa largada, fui abrindo vantagem na liderança, depois bastou administrar. Feliz por somar pontos importantes na ponta da tabela da VX1 no nacional e no estadual”, disse.

Quem também se destacou, mas ao vencer duas classes, foram os atletas: Nasri Sarkiss – VX50 Especial e VX45 Especial, Marcio Lago – VX4 Nacional e VX4 Especial, Rodrigo Taborda – VX3 Especial e 250cc Pró, Gabriel Bilhar – VXJR e Junior B e Bradley Gabardo – 230cc Original e Street 200cc.

Vale ressaltar a categoria TR Adultos, na qual maiores de 18 anos alinham no gate com suas minimotos Pro Tork. Um bom número de competidores encarou a disputa, sendo que os primeiros 15 colocados receberam uma ajuda de custo no valor de R$ 330. O ganhador da prova foi Cleiton Marlon.

Ainda subiram ao lugar mais alto do pódio: Janaina Todeschini – VXF Nacional, Maiara Basso – VXF Especial, Giovane Pick – VX45 Nacional, Leandro Lemos – VX3 Nacional, Mauro Junior – VX2, Davi Stelle – TR100F, Tomás de Melo – TR50F, Kaian Brito – Minimotos, José Victor Ferraza – Júnior A, Victor Tidre – Intermediária VX2, Adilson Volpato – Intermediária VX1, Gustavo Campos – Intermediária 250cc Nacional, Antonio Brazaca – Força Livre Nacional, Gustavo Grutzmacher – Estreantes Nacional, Vinicius Rigol – Estreantes Especial, Caio Grosbelli – 65cc.

De acordo com o presidente da Federação Paranaense de Motociclismo, Gilberto “Juba” Rosa, tratou-se de um belo evento. “Conseguimos fazer as corridas seguindo um rígido protocolo de segurança, diante do Coronavírus. O público não pôde comparecer, mas conseguiu acompanhar a transmissão ao vivo pela internet”, explica.

As entidades já estão trabalhando para que as próximas etapas sejam realizadas o mais rápido possível, de acordo com todas as normas sanitárias exigidas frente a pandemia. Datas e locais serão divulgados em breve.

>>> Confira os resultados completos: encurtador.com.br/hmosP

O Campeonato Pro Tork Paranaense de Velocross 2020 tem o patrocínio da Pro Tork – a maior fábrica de motopeças da América Latina e líder mundial na produção de capacetes, além do apoio da Jett, Pro MX, Gringa MX, Giovanella Serviços Médicos e 5inco Gráficos.

ID – Assessoria de Comunicação Estratégica
Jornalista Responsável: Daniela Burgonovo
Contato: 47 99949-1209 / daniburgonovo@gmail.com