Outras Modalidades

Rally dos Sertões segue nesta terça-feira para São Miguel do Araguaia, em Goiás

Escrito em 27/08/2019
CBM


Rally chega nesta terça-feira em São Miguel do Araguaia, em Goiás. Foto Magnus Toquarto.

O Sertões 2019 chegou ao estado do Mato Grosso nesta segunda-feira (26/8) com disputa entre pai e filho na categoria para UTVs. Ao lado do navegador Gustavo Bortolanza, o piloto Bruno Varela assumiu a liderança da classificação geral. A posição pertencia ao pai anteriormente, o piloto Reinaldo Varela, que agora está em terceiro na tabela com o navegador Gustavo Gugelmin.

 

A segunda etapa do rali largou de Costa Rica (MS) e foi até Barra do Garças (MT), com 647 km de percurso - incluindo 536 de trechos cronometrados (especiais). “A etapa tinha todo tipo de terreno e foi perfeita para a gente. A especial foi a mais longa do rali e terminamos de forma limpa, sem erros. Fomos rápidos o tempo todo e saímos ilesos. Estou bastante feliz por termos vencido o dia e assumido a liderança na geral”, declara o paulista Bruno Varela.

 

Com a experiência de quem venceu o Sertões em 2017 e o Rally Merzouga em 2018, também a bordo do Can-Am Maverick X3, o caçula da “Família da Poeira” sabe que ainda não é hora de comemorar. “Sabemos que isso não é nada, ainda estamos no início do rali. Tem muita coisa pela frente e vamos trabalhar para manter o ritmo forte. O objetivo é manter o foco para sairmos vitoriosos no final”, concluiu.


A classificação geral dos UTVs ainda conta com Denísio do Nascimento e Idali Bosse, apoiados pela concessionária BRP Sanautica, na vice-liderança. Outro integrante da “Família da Poeira”, Gabriel Varela está em quarto lugar ao lado do navegador Eduardo Shiga, seguidos pela experiente dupla Edu Piano/Solon Mendes.

 

A terceira etapa do Sertões 2019 tem destino a São Miguel do Araguaia, em Goiás, nesta terça-feira (27/8). O percurso será de 764 km (403 deles de especiais).

 

Nas motos quem acelerou e se mantem na liderança é Tunico Maciel.  O piloto da equipe Honda Racing foi o mais rápido da segunda etapa do rali, mantendo a ponta da tabela na disputa da classe Production Aberta. O esquadrão vermelho também alcançou o primeiro lugar da Super Production, com o gaúcho Gregorio Caselani - segundo colocado da geral. 

 

A entrada no estado do Mato Grosso teve desafios variados, como trechos de serra, areia, cascalho, travessia de rios e retas de alta velocidade. As lombas foram outra característica do roteiro, bem como as zonas de radar. 


“A etapa de hoje foi muito desgastante, principalmente por conta das lombas. Eu me senti confiante e ataquei em alguns trechos onde fiquei mais à vontade. O Sertões é muito longo, não pode arriscar tudo de uma vez só. É preciso pegar confiança para, etapa a etapa, construir o resultado e conquistar a vitória”, explica Maciel, que defende o título das motocicletas. 
 

Para chegar à ponta da tabela na Super Production, Caselani levou um grande susto. “Tive que desviar de um carro e saí da pista, tomei um tombo leve que agora está incomodando. Não é fácil, mas vou recuperar para seguir em frente”, conta o piloto, campeão do Sertões em 2016, enquanto passava por sessão de massoterapia justamente para recompor o físico. 

 

Com início em Campo Grande (MS), no dia 25 de agosto, o Sertões 2019 terá oito dias de prova por seis Estados brasileiros até a linha de chegada, em Aquiraz (CE), no dia 1º de setembro. O percurso total inclui 4.890 quilômetros - 2.672 deles de especiais (trechos cronometrados).

 

 

Programação do Sertões 2019*:

 

27/8 - Terça-feira 3ª etapa - Barra do Garças (MT) a São Miguel do Araguaia (GO)

Deslocamento inicial - 111 km 

Especial (Cronometrado) - 403 km 

Deslocamento final - 250 km Total do dia - 764 km

 

28/8 - Quarta-feira 4ª etapa - São Miguel do Araguaia (GO) a Porto Nacional (TO)

Deslocamento inicial - 69 km| 

Especial (Cronometrado) - 275 km 

Deslocamento final - 226 km 

Total do dia - 570 km 

 

29/8 - Quinta-feira 5ª etapa - Porto Nacional (TO) a São Félix do Tocantins (TO) - Maratona

Deslocamento inicial - 142 km 

Especial (Cronometrado) - 330 km

Deslocamento final - 3 km 

Total do dia - 475 km 

 

30/8 - Sexta-feira 6ª etapa - São Félix do Tocantins (TO) a Bom Jesus (PI) – Maratona

Deslocamento inicial - 0 km

Especial (Cronometrado) - 535 km 

Deslocamento final - 2 km Total do dia - 537 km

 

31/8 - Sábado 7ª etapa - Bom Jesus (PI) a Crateús (CE)

Deslocamento inicial - 2 km

Especial (Cronometrado) - 325 km 

Deslocamento final - 628 km 

Total do dia - 955 km

 

1/9 - Domingo 8ª etapa - Crateús (CE) - Aquiraz (CE)

Deslocamento inicial - 428 km 

Especial (Cronometrado) - 18 km

Deslocamento final - 6 km 

Total do dia - 452 km

 

Total de especiais - 2.672 km 

Total da prova - 4.890 km