Outras Modalidades

Entenda a situação do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM. Última etapa acontece dias 13, 14 e 15 de setembro em MG.

Escrito em 03/09/2019
Divulgação


Uma temporada que superou todas as expectativas. Assim é a avaliação da diretoria de Enduro FIM da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM). O Campeonato Brasileiro de Enduro FIM iniciado em março caminha para sua grande final com as 13ª e 14ª etapas no próximo dia 15 de setembro em Patrocínio-MG. 

 

O campeonato passou em 2019 pelos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Espírito Santo, Goiás e encerra seu ciclo em Minas Gerais. "Todas as provas foram realizadas com perfeição superando todas as expectativas, graças à enorme paixão pela modalidade e um empenho “hercúleo” de todos os Clubes organizadores locais na realização de cada etapa. Cada uma das etapas foi preparada com muito amor, carinho, dedicação e trabalho duro para oferecer a melhor prova possível dentro do potencial, limitações, dificuldades e possibilidades de cada cidade sede escolhida."- comentou Maurício Brandão, diretor da modalidade.

 

A Confederação Brasileira de Motociclismo apresentou novidade na temporada 2019 do campeonato. A criação das categorias KIDS trouxeram os jovens talentos para perto dos grandes ídolos e a oportunidade de participação em competições de alto nível. Disputado em três provas, o Campeonato KIDS tem quatro categorias: a Youth (16 a 18 anos) a Juvenil (13 a 15 anos), a Cadete (9 a 12 anos) e a Infantil, (até 8 anos). "Nele a classificação é o que menos importa. A participação descomprometida e o engajamento destas crianças no meio esportivo é o principal objetivo. Em especial para a YOUTH, tentamos fazer a maior prova possível para estes jovens pilotos, respeitando as possibilidades do trajeto. Com certeza no futuro estes jovens migrarão para a categoria Júnior, portanto, acredito que iniciamos um importante processo de renovação do Enduro no Brasil." - explicou Maurício.

 

A categoria Youth conta com a participação dos pilotos, Leonardo Kauffmann, Vinícius Aguilar, Bruno Massa, Thales Uemura, Renato Uemura. Pela Juvenil estão Frederico Mediote Rangel, Danilo Sfalsin e Bruno Tenutti Daniel. Na Cadete, Estevão Mediote Rangel, Miguel Margon e Fernando Almeida Silvestre e vategoria Infantil, Theo Ramos, Pedro Henrique Spindler e Rian Vassoler.

O clima para a grande final é de provas "titânicas" já que as disputas estão abertas e acirradas em quinze das dezessete categorias. Apenas dois pilotos já podem comemorar matematicamente o título de campeão. Pela E35 o título está na mão do Nielsen Bueno que tem mais de 20 anos de participação no campeonato. Pela E Amadora situação tranquila para Juliano Wilgem que também já pode sentir o sabor da vitória.

 

Considerando o descarte dos dois piores resultados, conforme previsto pelo regulamento, é possível chegar a uma análise mais precisa da situação real da disputa, lembrando que para ter o direito de descarte, o piloto deve, no mínimo, largar na final do campeonato em Patrocínio MG. Portanto o número de pontos considerados pode mudar em decorrência do desempenho de cada piloto na etapa final.

 

Panorama do CBE

ENDURO 1: Bruno Crivilin (1) segue firme em sua trajetória vitoriosa. Mesmo sem pontuar  na primeira etapa segue invicto nas provas que participou na categoria, tendo na cola Júlio Ferreira (2), Rômulo Bottrel (22) e Loandro Anton (133) que disputam a vice-liderança por poucos pontos

  1. Bruno Crivilin (Honda Racing) 250 pts
  2. Julio Ferreira (Edgers / Tech Ride) 221 pts
  3. Rômulo Bottrel (Yamaha O2BH Racing) 211 pts
  4. Loandro Anton (KTM Sacramento) 190 pts

 

ENDURO 2: O francês Romain Dumontier (93) segue imbatível na categoria, mas ainda não pode ser declarado campeão, seguido pelo vice líder Gabriel Soares (7) e Felipe Legarreia (29), na terceira posição, que matematicamente só pode alcançar o vice-campeonato.

  1. Romain Dumontier (Yamaha O2BH Racing) 250 pts
  2. Gabriel Soares (Honda Racing) 217 pts
  3. Felipe Legarreia (KTM Sacramento) 196 pts

 

ENDURO 3: Está totalmente indefinida. Apenas onze pontos separam o líder, Gustavo Pellin (44), do terceiro colocado, o argentino, Crispy Arriegada (9). O paulista de Guairá, Vinicius Calafate, ocupa o segundo lugar, em uma excelente fase, totalmente adaptado a moto 2T de 300cc. Esta disputa promete, pois além da categoria estes pilotos também disputam na Enduro GP.

  1. Gustavo Pellin (Power Husky) – 231 pts
  2. Vinicius Calafate (KTM Sacramento) – 229 pts
  3. Crispy Arriegada (Orange BH KTM) – 220 pts

 

ENDURO JUNIOR : O capixaba, Patrick Capila (33) está com as mãos no bi-campeonato,. Precisa largar, que pelos critérios de descarte já será campeão na categoria. 

  1. Patrick Capila (Yamaha O2BH Racing) – 250 pts
  2. Willian Laures (Edgers / Tech Ride) – 223 pts
  3. Washigton Murilo – (KTM Sacramento) – 160 pts
  4. Gabriel Mattos (ASW Racing) – 152 pts

 

ENDURO 4PRO: Na categoria para motos com menos de 28 CV, a disputa pelo título está polarizada entre dois pilotos da marca MXF. Anderson da Luz (Cachopa) (761) e Vitor Borges (51) vêm duelando desde a abertura em Itapema SC, alternando vitoórias. Pelo terceiro posto temos uma disputa bem interessante, entre o gaúcho Judi Brescansin (288) e o mineiro Uyter Dias (102). Destaque também para a goiana Bárbara Neves (116), time Honda, que tem disputado as provas do campeonato nesta categoria quando não há categoria Feminina e segue na briga pela terceira posição com diferença de apenas 16 pontos.

  1.  Anderson da Luz (Cachopa) (MXF Racing Team) – 232 pts
  2. Vitor Borges (MXF Racing Team) 225 pts
  3. Judi Brescansin (privado) – 84 pts
  4. Uyter Dias (privado) – 76 pts
  5. Barbara Neves (Honda Racing) – 68 pts

 

ENDURO 4 230: Para motos de até 230cc refrigeradas a ar, vem sendo dominada pelos usuários das CRF´s 230. Fernando Juruna (16) e Flavinho Volp (14) chegam a Patrocínio -MG separados por apenas dois pontos. O catarinense Agenor Varela (Neguinho) (72), organizador da etapa de Itapema (SC) corre por fora alguns pontos atrás, pronto para “dar o bote”.

  1. Fernando Juruna (Equipe Q4) – 235 pts
  2. Flavio Volp  (Equipe DNA Racing) – 233 pts
  3. Agenor Varela (Itapema Off-Road) – 204 pts

 

ENDURO 35: Imbatível, o mineiro de Bueno Brandão, Nielsen Bueno (35) já pode ser declarado campeão. Vai disputar a final para ser mais uma vez coroado, e acompanhar a disputa pelo Vice-Campeonato, entre mineiro de Patrocínio, Andre URSO (69), o gaúcho de Farroupilha, Tiago Bellaver e o catarinense de Garopaba, Fabio do Nascimento, separados por apenas 29 pontos.

  1. Nielsen Bueno (Power Husky) – 250 pts
  2.  Andre Urso (bLU cRU) – 171 pts
  3. Tiago Bellaver (Bellaver Sports) – 153 pts
  4. Fabio do Nascimento (privado) – 142 pts

 

ENDURO 40: o título será decidido em uma disputa caseira entre pilotos do Rio Grande do Sul, Cassiano Tebaldi (45) de Casca, e Erasmo Klering (150) de Caxias do Sul. O mineiro de Curvelo, Adriano de Ávila (Tilanga) (135) e o catarinense de Florianópolis, Fernando Spindler (38) e o também mineiro de Patrocínio, Willian Meneses (211) disputam as posições intermediárias.

  1. Cassiano Tebaldi (Power Husky) – 231 pts
  2. Erasmo Klering (bLU cRU) – 221 pts
  3. Adriano de Ávila (Tilanga) (Equipe Q4) – 199 pts
  4. Fernando Spindler (KTM Sacramento) – 176 pts
  5. Willian Meneses (bLU cRU) – 141 pts

 

ENDURO 45: Fred Bicalho (95), mineiro de João Monlevade, vinha liderando com folga, mas uma recente fratura durante treinamentos embolou toda a categoria novamente. Com isto, os paulistas Fábio Bizarria (514), e o paulistano Mauricio Fernandes (111 mantém a possibilidade de serem campeões, de Caçapava, F) voltam a ter esperanças.

  1. Frederico Bicalho (Equipe Q4) – 232 pts
  2. Fabio Bizarria (privado) – 207 pts
  3. Mauricio Fernandes (Power Husky) – 200 pts

 

ENDURO 50: Esta categoria merece destaque, aos 50 anos competitivos com toda disposição, Daniel dos Reis (77), disputa o titulo em casa, tem a pressão da torcida, mas a vantagem de conhecer bem a região, nem por isso os paulistas Jose Antonio Cadima (Budu) (119), da capital, e o Washington (Caipira) (26), de Guararema se dão por vencidos, estão os 3 na disputa.

  1. Daniel dos Reis (bLU cRU) – 224 pts
  2. Jose Cadima (Butu) (privado) – 207 pts
  3. Washington Caipira (Caipira Team) – 188 pts

 

ENDURO AMADORA: tem por função e objetivo agregar pilotos com menos experiência para disputar o nacional. Pela E Amadora, os gaúchos, Juliano Wilgem (819) de Cruzeiro do Sul e o vice Roberto Teodoro (Tinho) (64) de Farroupilha, já definiram suas classificações e vem para final para comemorar o título. Jonas Sawan (3) de Sacramento MG e Felipe Schawantz, de Candelaria RS disputam o terceiro lugar

  1. Juliano Wilgem (privado) – 232 pts
  2. Roberto Theodoro (MXF Racing Team) – 169 pts
  3. Jonas Sawan (privado) – 98 pts
  4. Felipe Schwantz (privado) – 82 pts

 

ENDURO FEMININA: realizada em três provas, a categoria feminina temna liderança a goiana Bárbara Neves (116), que precisa apenas pargar na grande final pra buscar o título. A disputa pelo vice-campeonato segue em aberto e as duas mineiras, Karla Kiyomura  e Valeika Carminati, e a paulista de Cotia, Tainá Aguiar, prometem brigar pela posição. As pilotos seguem empatadas com 42 pontos.

  1.  Barbara Neves (Honda Racing) – 100 pts
  2.  Karla Kiyomura (privada) – 42 pts
  3.  Valeika Carminati (privada) – 42 pts
  4. Tainá Aguiar (privada) – 42 pts

 

A GRANDE BATALHA

A categoria mais espera, Enduro GP, reúne os pilotos do E1, E2, E3, EJ e E 4PRO, em uma só disputa, sem distinção de motos, idade ou experiência. A categoria considerada a elite do Enduro FIM, conta com os pilotos mais rápidos, habilidosos e dedicados pilotos que participam do Nacional.

O público poderá vibrar com a disputa entre o capixaba, Bruno Crivilin (1) e o francês, Romain Dumontier (93), que simulando o descarte ficariam separados por apenas 13 pontos.

 

Ranking simulando o descarte de duas etapas (pode haver diferenças após a realização da final)

  1. Bruno Crivilin (Honda Racing) – 242 pts
  2. Romain Dumontier (Yamaha O2BH Racing) – 229 pts
  3. Patrick Capila (Yamaha O2BH Racing) – 166 pts
  4. Julio Ferreira (Edgers / Tech Ride) – 166 pts
  5. Gustavo Pellin (Power Husk) – 166 pts
  6. Gabriel Soares (Honda Racing) – 165 pts
  7. Romulo Bottrel (Yamaha O2BH Racing) – 158 pts
  8. Vinicius Calafate (KTM Sacramento) – 151 pts
  9. Loandro Anton (KTM Sacramento) – 133 pts
  10. Crispy Arriegada (Orange BH KTM Racing) – 126 pts

 

O Campeonato Brasileiro de Enduro FIM 2019 é patrocinado por Yamaha, Honda e IMS e tem o apoio de MXF, Parts 57, Fotop, Motul, Jeri Adventure Ride, Husqvarna, Power Husky, BMP, Airoh, Tech Ride, Edgers, MR Pro Braces, KTM Sacramento, Race Tech, Motorex, Sig Visual e Borilli.