Outras Modalidades

X-Trial: Toni Bou vence mais um título mundial

Escrito em 20/03/2018
Divulgação

A cidade de Paris, mais concretamente a AccorHotels Arena, recebeu no último sábado a sexta rodada do X-Trial (Mundial de Trial Indoor). O evento francês que foi o sexto e penúltimo da temporada, após o cancelamento da jornada de Sevilha, viu Toni Bou conquistar o seu 12º titulo mundial indoor consecutivo, o 23º seguido se contarmos com as provas outdoor.

Mais uma página de sucesso numa carreira ímpar daquele que é o melhor piloto de trial de todos os tempos. Bou apenas precisou terminar no quinto lugar na prova de Paris para fechar a conquista. Título este que surge após, há  um mês, ter tido uma queda numa prova, curiosamente também na França (Le Mans), que resultou na fratura de três vértebras.

Nem mesmo o fato de não estar 100% e não ter treinado durante este período travou o piloto da Montesa-HRC, que havia conquistado as cinco etapas anteriores do campeonato.


“Estou muito contente, pois o último mês foi muito complicado. Não sabíamos até à última hora se poderia competir em Paris e consequentemente vencer o campeonato. Entre a primeira e a segunda rodada quis controlar as dores, mas assim que comecei a rodar vi que seria impossível ser competitivo. Fiz a prova e não me machuquei, que era o mais importante. Para mim vencer o Mundial com esta moto é muito importante e conseguimos tal objetivo depois de uma temporada muito especial”, disse o piloto catalão que completou o 81º trial indoor da sua carreira.


Lembrando que a prova de Paris foi vencida por Jaime Busto, que assim conquistou a primeira vitória da carreira. O piloto da Gas Gas e antigo representante da Montesa/HRC superou Adam Raga, que continua na segunda posição. O pódio ficou completo com o veterano Takahisa Fujinami. O japonês chegou a marca de 135ª prova indoor da carreira e assim ultrapassou o consagrado Dougie Lampkin como o piloto com mais eventos realizados nesta classe.

A sétima e última etapa será no dia 29 de março na capital da Hungria, Budapeste.
 

FONTE: MOTOSPORT