Comentários

Nenhum comentário
Seja o primeiro a enviar um comentário
MXSX Internacionais

Vitórias de José Butrón (MX1), Iker Larrañaga (MX2) e Mario Lúcas (MX125) no início do Campeonato da Espanha MX.

Escrito em 11/02/2018
Mxracing


O atual campeão MX1, José Antonio Butrón (KTM) levou a vitória em ambas as corridas. Iker Larrañaga (Husqvarna) também fez o dobro no MX2, no primeiro ano do Campeonato da Espanha, realizado em Albaida. .

Finalmente, começou o Campeonato Espanhol de Motocross, uma edição cheia de novos recursos, mudanças de turma para alguns pilotos, marcas para outros e muitos novos rostos. E ele fez isso nas instalações do Complexo Motorizado em Albaida, Valência.

Um campeonato que ocorrerá durante a primeira metade do ano, de fevereiro a junho, com 6 etapas de pontuação em 6 circuitos: Albaida, Sanlúcar de Barrameda, Talavera de la Reina, Bellpuig, Calatayud e Malpartida de Cáceres.



Primeira corrida do ano, 5-5 depois de duas péssimas largadas e não poder ultrapassar. Algum ajuste, boa largada e já já estamos lá ✌️✌️✌️

MX1 

Sob intenso frio, um dos protagonistas do fim de semana, mas com um layout em perfeito estado, José Antonio Butrón (KTM) ganhou a categoria Elite Elite, seguido de Harry Kullas (Husqvarna) e Jorge Zaragoza (Yamaha) em terceiro lugar.

Após o cronometrado dia de sábado em que Butrón já começou a liderar, o atual campeão desta classe - que procura revalidar o título com KTM - ganhou as duas corridas; na colocação inicial na liderança da segunda rodada, e mantendo um lindo duelo com Jorge Zaragoza. Finalmente, Zaragoza foi ultrapassado por Kullas e Ander Valentín - que estrearam com Husqvarna - nos últimos bares do mangá.

Já no segundo set, Butrón foi forçado a superar o quinto lugar para obter o primeiro duplo do ano para o piloto da Andaluzia. Seguido por Jorge Zaragoza e o campeão mundial Harry Kullas, novamente em nosso concurso.

Na soma dos pontos, José Butrón acumula a vitória antes de Harry Kullas e Jorge Zaragoza, sendo esta a ordem do provisório.



MX2 

Na categoria Elite MX2 , o primeiro degrau do pódio foi para as mãos de Iker Larrañaga (Husqvarna), à frente de Adrien Malaval (Husqvarna) e Simeó Ubach (KTM). Larrañaga já estrelou no sábado uma grande corrida de qualificação na qual ele também obteve o melhor tempo do cronômetro.

O motorista de Husqvarna também não deu a seus oponentes nenhuma opção, marcando o melhor tempo desde o início e tendo a vitória no primeiro calor. Um pouco mais difícil ele teve no segundo, já que , como Butrón, no MX2 ele teve que vencer do décimo terceiro lugar até ele assumir a liderança na metade da corrida. Posição que não perdeu até o final.

Dois dos dois também para Adrien Malaval, que obteve dois lugares de segundo lugar nas duas corridas depois de liderar o grupo com o Campeão do Mundo Enduro, Josep García, que estreou no National e Iker Larrañaga.

Por sua vez, o actual campeão da categoria, Simeó Ubach lutou com o seu KTM para obter dois terceiros lugares que lhe deram o terceiro passo do pódio. 



MX125

Não menos importante é a categoria de MX125, a mais numerosa em Albaida com 50 registrados. O campeão do ano passado, Mario Lucas, que defendeu seu título com a KTM, saiu vitorioso em ambas as corridas antes de Eddie Jay Wade - novo piloto da categoria depois de escalar 85 onde foi Campeão do Mundo - e Oriol Oliver - terceiro classificado em 2017-.

Na Yamaha YZ125 bLU cRU Cup, Aitor Ferrandis, Francisco Ruiz e Jorge Ramos assumiram o pódio final.

A próxima rodada do Campeonato Espanhol de Motocross RFME será realizada nos dias 24 e 25 de fevereiro em Sanlúcar de Barrameda, Cádiz.


Paulo Alberto e Carlos Campano, que competem no Brasil

1. José Butrón
2. Harry Kullas
3. Jorge Zaragoza
4. Ander Valentin
5. Paulo Alberto
6. Carlos Campano
7. Alonso Sanchéz
8. Mathias Jorgensen
9. Francesco Mataró
10. Nil Arcarons