EMX -Bonacorsi e Anderson levam vitórias consecutivas em Faenza para a rodada de Città di Faenza

Escrito em 09/09/2020
Cesar Araujo

 As etapas dois e três do EMX2t e EMX125 Apresentado pelo FMF Racing Championships foram concluídas na Itália para a Rodada de Città di Faenza.

O segundo encontro de três marcados no circuito de Monte Coralli viu Andrea Bonacorsi, da Fantic Racing, e Brad Anderson, da Verde Substance KTM, mais uma vez se apresentarem à altura e levarem duas vitórias consecutivas nas classes EMX125 e EMX2t.




Na primeira prova do EMX125 Apresentado pela FMF Racing, foi Scott Smulders da No Fear Jumbo BT Racing Team quem começou bem, embora não tenha segurado a liderança por muito tempo quando Gerard Congost da RFME GasGas MX Junior Team entrou em primeiro lugar. Ele foi seguido por Pietro Razzini e Andrea Rossi.

Entretanto, a segunda volta do vencedor da série, Andrea Bonacorsi caiu em oitavo lugar na primeira volta e na primeira volta oficial da corrida Rossi tinha feito alguns movimentos para chegar à primeira posição, com Razzini a seguir de perto em segundo.

Bonacorsi estava então alcançando o piloto da RFME GasGas MX Junior Team Guillem Farres e Congost, enquanto ele perseguia posições mais altas. E enquanto Bonacorsi estava dando duro após uma péssima largada, a batalha na frente estava realmente esquentando entre Rossi e Razzini.

Os dois primeiros pilotos abriram um espaço decente entre eles e o terceiro, já que Bonacorsi lutava com Farres pelo terceiro lugar na quinta volta da corrida.

A 11 minutos e 2 voltas do final, Bonacorsi finalmente alcançou a 3ª posição e buscou uma possível vitória na corrida. Algumas voltas depois e houve uma mudança na liderança quando Razzini finalmente escapou de Rossi, embora o piloto da KTM não quisesse deixar Razzini se safar muito rápido, pois a batalha entre os dois ficou interessante.

Com os dois primeiros pilotos travando uma batalha acirrada, Bonacorsi aproveitou ao máximo ao alcançar Razzini e Rossi, estabelecendo a volta mais rápida da corrida na volta 8.

Bonacorsi levou mais duas voltas para pegar os dois e passar para a liderança. Ele então abriu uma vantagem de 4,378 na volta 13, com Meico Vettik subindo para terceiro.

No final foi Andrea Bonacorsi quem venceu a corrida de abertura, seguido por Pietro Razzini e Meico Vettik.

A segunda corrida viu Smulders conseguir uma boa largada mais uma vez, embora Razzini não perdesse tempo ao empurrar Smulders para baixo em alguns instantes.

Quando os pilotos cruzaram a linha na primeira volta, foi Razzini quem liderou Max Palsson da WZ Racing, Haakon Osterhagen da Creymert Racing e Bonacorsi.

Bonacorsi estava bem em 4º e próximo dos líderes, então era só uma questão de tempo antes que ele começasse a desafiar Razzini pela vitória. Rossi, que fez uma boa primeira corrida, caiu na 32ª posição depois de cair na primeira curva da largada.

Na volta 3, Bonacorsi já tinha passado para o 3º lugar, Palsson cometeu um erro do qual Bonacorsi aproveitou ao máximo, subindo para 2º com 15min e 2 voltas para o fim.

Algumas voltas depois e Bonacorsi estava a 3 segundos do líder quando ele começou a abaixar a cabeça e empurrar para a segunda vitória da corrida. Pouco depois, ele estava ao lado de Razzini enquanto desafiava o compatriota italiano pela vitória.

Com 5 minutos e 2 voltas no relógio, Bonacorsi finalmente conseguiu passar para a liderança, enquanto Vettik parecia ter tido um problema com sua máquina, já que perdia um pouco de terreno e algumas posições ao mesmo tempo. Ele estava prestes a terminar no pódio, embora esse erro lhe custasse pontos vitais.

A apenas algumas voltas do final, Osterhagen cometeu um erro e caiu da 5ª posição e infelizmente não terminou a corrida.

No final foi Bonacorsi quem venceu mais uma vez, com Razzini a cruzar a meta em P2 e Palsson em 3º. Em termos de pódio foi Andrea Bonacorsi quem saiu vitorioso geral, com Pietro Razzini subindo no pódio em segundo e Guillem Farres fazendo sua segunda aparição no pódio da tripla cabeçada italiana com terceiro na geral.

Bonacorsi lidera o campeonato com 26 pontos, com Pietro Razzini e Guillem Farres subindo para o segundo e terceiro lugar após a terceira rodada.



Andrea Bonacorsi: “É simplesmente incrível. Não tive a melhor partida na primeira corrida, mas depois ganhei de novo e consegui outra no geral. Estou muito feliz e gostaria de agradecer a toda a minha equipe, patrocinadores e família porque eles estão fazendo um trabalho incrível. Agora temos a placa vermelha, então estou muito feliz. Tenho trabalhado muito e sabia que poderia subir ao pódio, então agora tenho dois 1-1 e a placa vermelha, então sim, estamos trabalhando muito para isso e estou feliz


Pietro Razzini: “É incrível estar em segundo lugar na geral. Eu fiz o holeshot na segunda corrida e fui rápido e estou muito feliz. Obrigado a todos e até a próxima

Guillem Farres: “Estou muito feliz porque o dia começou muito difícil. Tive uma má posição 32, por isso foi difícil começar bem, mas consegui começar bem nas duas corridas. Passei algum piloto, terminei em quinto no primeiro e no segundo um quarto, muito feliz por voltar a pódios consecutivos

EMX125 Presented by FMF Racing - Race 1 - Top 10 Classification: 
1. Andrea Bonacorsi (ITA, Fantic), 30:28.199;
2. Pietro Razzini (ITA, Husqvarna), +0:05.151;
3. Meico Vettik (EST, KTM), +0:17.290;
4. Andrea Rossi (ITA, KTM), +0:18.416;
5. Guillem Farres (ESP, GASGAS), +0:18.880;
6. Valerio Lata (ITA, KTM), +0:26.660;
7. David Braceras (ESP, GASGAS), +0:36.323;
8. Gerard Congost (ESP, GASGAS), +0:37.550;
9. Andrea Roncoli (ITA, Husqvarna), +0:37.994;
10. Kevin Brumann (SUI, Yamaha), +0:42.221;

EMX125 Presented by FMF Racing- Race 2 - Top 10 Classification: 
1. Andrea Bonacorsi (ITA, Fantic), 30:53.856;
2. Pietro Razzini (ITA, Husqvarna), +0:02.729;
3. Max Palsson (SWE, KTM), +0:12.390;
4. Guillem Farres (ESP, GASGAS), +0:28.390;
5. Scott Smulders (NED, Husqvarna), +0:35.671;
6. David Braceras (ESP, GASGAS), +0:38.354;
7. Andrea Roncoli (ITA, Husqvarna), +0:38.891;
8. Quentin Marc Prugnieres (FRA, KTM), +0:42.752;
9. Constantin Piller (GER, KTM), +0:42.865;
10. Kevin Brumann (SUI, Yamaha), +0:51.008.

EMX125 Presented by FMF Racing - Overall Top 10 Classification: 
1. Andrea Bonacorsi (ITA, FAN), 50 points;
2. Pietro Razzini (ITA, HUS), 44 p.;
3. Guillem Farres (ESP, GAS), 34 p.;
4. Max Palsson (SWE, KTM), 30 p.;
5. David Braceras (ESP, GAS), 29 p.;
6. Meico Vettik (EST, KTM), 27 p.;
7. Andrea Roncoli (ITA, HUS), 26 p.;
8. Kevin Brumann (SUI, YAM), 22 p.;
9. Constantin Piller (GER, KTM), 21 p.;
10. Scott Smulders (NED, HUS), 20 p.

EMX125 Presented by FMF Racing - Championship Classification: 
1. Andrea Bonacorsi (ITA, FAN), 116 points;
2. Pietro Razzini (ITA, HUS), 90 p.;
3. Guillem Farres (ESP, GAS), 88 p.;
4. Kevin Brumann (SUI, YAM), 85 p.;
5. Meico Vettik (EST, KTM), 76 p.;
6. David Braceras (ESP, GAS), 75 p.;
7. Liam Everts (BEL, KTM), 66 p.;
8. Max Palsson (SWE, KTM), 52 p.;
9. Andrea Roncoli (ITA, HUS), 52 p.;
10. Saad Soulimani (FRA, HUS), 52 p.

EMX125 Presented by FMF Racing - Manufacturers Classification: 
1. KTM, 126 points;
2. Fantic, 116 p.;
3. Husqvarna, 103 p.;
4. GASGAS, 90 p.;
5. Yamaha, 85 p.

 




Na abertura EMX2t Apresentado pela bateria FMF Racing foi Eugenio Barbaglia da Husqvarna Junior Racing Maddii quem fez o holeshot e liderou o resto do pelotão na primeira volta da corrida. Enquanto isso, o líder do campeonato Brad Anderson, da Verde Substance KTM, caiu em oitavo lugar na primeira volta.

Quando os pilotos cruzaram a linha para a primeira volta oficial da corrida, já tinham uma boa vantagem sobre Kade Tinkler-Walker, que estava a cobrar a liderança ao passar rapidamente para a segunda posição. Manuel Iacopi da JK Racing Yamaha também foi terceiro.

Na volta seguinte, Walker empurrava forte para ultrapassar Barbaglia, ao fazer uma tentativa na curva entrando no pit lane. Embora ele não tenha sido capaz de fazê-lo prender e, em vez disso, caiu em um segundo. Ele pegou a moto rapidamente e saiu em quarto, o que não foi tão ruim, considerando que ele bateu com um grupo de caras se aproximando rapidamente.

Na segunda volta, Anderson estava em sexto lugar, enquanto Gianluca Deghi lutava pela liderança e parecia que era questão de instantes até que ele passasse para o primeiro lugar.

Na volta seguinte, Walker estava de volta em terceiro, com Anderson estabelecendo a volta mais rápida da corrida e começando a fechar entre os três primeiros. Embora antes que ele percebesse, o terceiro lugar estava praticamente entregue a ele, pois Deghi e Iacopi caíram.

Depois disso, Anderson não demorou a assumir a liderança, já que Barbaglia começou a ser atacado por Walker, que fazia questão de tentar acompanhar o líder do campeonato. E na sexta volta, o canadense conseguiu ultrapassar o italiano e passar para a segunda posição.

Barbaglia então perdeu mais algumas posições quando Walker começou a se aproximar de Anderson. Eventualmente Barbaglia conseguiu encontrar o caminho de volta para o terceiro lugar, enquanto Walker diminuía ligeiramente o ritmo.

O piloto da Suzuki começou a ser atacado por Barbaglia e Mario Tamai da MGR Motocross Team. Foi quando a incrível batalha pelo segundo lugar começou entre os três pilotos. Embora no final Brad Anderson tenha vencido a corrida, Walker conseguiu segurar a segunda posição, seguido por Tamai e Federico Tuani da Husqvarna Junior Racing Maddii completando os cinco primeiros.

Na segunda corrida, Mario Tamai fez o holeshot, embora também tenha conseguido uma melhor largada foi Anderson, que rapidamente assumiu a liderança. Ele então liderou Marco Lolli e Freidig, com Tamai e Deghi logo atrás dele, lutando pelo quinto lugar.

Deghi então passou para a quarta posição e seguiu com seu ímpeto para alcançar Lolli e empurrar para a terceira posição, enquanto Walker se espremeu para ultrapassar Barbaglia na 6ª colocação. Walker então foi atrás de Tamai pelo 5º lugar, e não demorou muito para fazer o passe.

De volta à frente, porém, Anderson já tinha uma boa vantagem de 6,750 segundos sobre Freidig e Lolli quando Walker começou a se aproximar de Deghi com apenas alguns segundos separando os dois para o quarto lugar.

Anderson então continuou com sua própria corrida, estendendo a liderança para 9 segundos, enquanto Walker fez várias tentativas para passar Deghi, que ele conseguiu superar eventualmente.

À medida que a corrida avançava, Walker parecia ter desaparecido, embora mais tarde tenha sido revelado que ele estava tentando salvar sua Suzuki e terminar a corrida. Ele então foi atacado por Lolli, Deghi e Tamai que estavam se aproximando. Deghi então passou para a 4ª posição, empurrando Walker para baixo e Tamai fez o mesmo.

Eventualmente, foi Brad Anderson quem venceu a segunda corrida, seguido por Loris Freidig e Marco Lolli. Em termos de pódio, Anderson conquistou uma vitória consecutiva, com Walker terminando em segundo e Freidig fazendo seu segundo pódio, com terceiro na geral.​

 



Brad Anderson: A pista estava um pouco diferente hoje, obviamente, como era no fim de semana. Não tive uma boa largada e estava tentando empurrar, mas Freidig caiu e nós dois batemos juntos. Então eu comecei a baixar minha cabeça e comecei a passar bem e eu estava apenas pensando sobre isso. A segunda corrida começou melhor e apenas pensei sobre isso, verifiquei e foi uma boa corrida para ser justa. Gosto muito desta pista e é adequada para a minha pilotagem, por isso espero que a façamos novamente na próxima etapa Estamos aqui com o meu grupo de amigos vindo para me ajudar neste fim de semana e não esperávamos sair com uma vitória, mas o primeiro me deu um impulso e, obviamente, esta rodada também, então espero que o façamos novamente no próximo , acrescentou.


Kade Tinkler-Walker: Eu estava tentando trazê-lo para casa e obter um pódio. Mesmo na primeira corrida, bati ao empurrar para o primeiro e o Brad passou e tentei andar com ele, mas o Brad está por aí há muito tempo, por isso ele sabe andar e está mais em forma do que eu, por isso não consegui aguentar ele e claro que não ganhei. Com certeza estou feliz por sair com um pódio, mas você sabe que um segundo lugar sempre queima um pouco, mas se você tiver que olhar para onde eu estou vindo, então está tudo bem e estou feliz com isso.

Loris Freidig: “Não esperava estar na caixa depois da primeira corrida. Tive um acidente idiota no mesmo lugar que o Brad e acabei de cair após o salto em uma colina e então me esforço

EMX2T Presented by FMF Racing - Race 1 - Top 10 Classification: 
1. Brad Anderson (GBR, KTM), 31:15.156;
2. Kade Tinkler-Walker (CAN, Suzuki), +0:04.420;
3. Eugenio Barbaglia (ITA, Husqvarna), +0:05.459;
4. Mario Tamai (ITA, KTM), +0:05.809;
5. Federico Tuani (ITA, Husqvarna), +0:08.075;
6. Jonas Nedved (CZE, KTM), +0:10.382;
7. Emanuele Alberio (ITA, KTM), +0:17.561;
8. Loris Freidig (SUI, Yamaha), +0:17.670;
9. Marco Lolli (ITA, Yamaha), +0:36.591;
10. Martin Michelis (EST, KTM), +0:44.243;

EMX2T Presented by FMF Racing- Race 2 - Top 10 Classification: 
1. Brad Anderson (GBR, KTM), 29:17.353;
2. Loris Freidig (SUI, Yamaha), +0:11.650;
3. Marco Lolli (ITA, Yamaha), +0:16.247;
4. Gianluca Deghi (ITA, KTM), +0:19.092;
5. Mario Tamai (ITA, KTM), +0:20.911;
6. Kade Tinkler-Walker (CAN, Suzuki), +0:24.087;
7. Eugenio Barbaglia (ITA, Husqvarna), +0:35.013;
8. Emanuele Alberio (ITA, KTM), +0:40.503;
9. Jonas Nedved (CZE, KTM), +0:51.721;
10. Martin Michelis (EST, KTM), +1:01.108;

EMX2T Presented by FMF Racing - Overall Top 10 Classification 
1. Brad Anderson (GBR, KTM), 50 points;
2. Kade Tinkler-Walker (CAN, SUZ), 37 p.;
3. Loris Freidig (SUI, YAM), 35 p.;
4. Mario Tamai (ITA, KTM), 34 p.;
5. Eugenio Barbaglia (ITA, HUS), 34 p.;
6. Marco Lolli (ITA, YAM), 32 p.;
7. Emanuele Alberio (ITA, KTM), 27 p.;
8. Jonas Nedved (CZE, KTM), 27 p.;
9. Martin Michelis (EST, KTM), 22 p.;
10. Gianluca Deghi (ITA, KTM), 20 p.;

​EMX2T Presented by FMF Racing - Championship Top 10 Classification: 
1. Brad Anderson (GBR, KTM), 97 points;
2. Loris Freidig (SUI, YAM), 74 p.;
3. Mario Tamai (ITA, KTM), 71 p.;
4. Eugenio Barbaglia (ITA, HUS), 66 p.;
5. Marco Lolli (ITA, YAM), 60 p.;
6. Federico Tuani (ITA, HUS), 59 p.;
7. Kade Tinkler-Walker (CAN, SUZ), 53 p.;
8. Gianluca Deghi (ITA, KTM), 51 p.;
9. Emanuele Alberio (ITA, KTM), 40 p.;
10. Martin Michelis (EST, KTM), 40 p.

EMX2T Presented by FMF Racing - Manufacturers Classification: 
1. KTM, 97 points;
2. Yamaha, 76 p.;
3. Husqvarna, 74 p.;
4. Suzuki, 53 p.;