MXSX Nacionais

Hector Assunção dá show na pista e vence a 3ª etapa do Arena Cross 2018

Escrito em 06/10/2018
ArenaCross


Piloto brasileiro venceu novamente e se colocou de vez na disputa pelo título.

 

Mais uma noite mais do que especial para o piloto brasileiro Hector Assunção #30 (Honda/Racing) que novamente deu show nas pistas e venceu a terceira etapa da temporada 2018 do Arena Cross, realizada na cidade de Boituva, interior de São Paulo. Essa foi a segunda vitória consecutiva do piloto que assumiu a vice-liderança do campeonato, poucos pontos atrás do português, Paulo Alberto #211 (IMS Racing) e embolou de vez a disputa pelo título do principal campeonato de motocross do país.

 

Hector deu mostras de que seria o destaque da noite quando conquistou os dois primeiros pontos da noite na disputa do Duelo 1x1 entre ele e o atual campeão, Jean Ramos #1 (Yamaha/Geração). Na primeira bateria, fez bonito, mas não conseguiu a vitória por pouco, dando mostras de que o feito não se repetiria na segunda disputa. Soberano, reafirmou seu bom momento e se colocou definitivamente na disputa pelo título do Arena Cross.

 

Duelo 1x1

Duelo especial na noite de sábado. Novamente os brasileiros Hector Assunção #30 (Honda/Racing) e Jean Ramos #1 (Yamaha/Geração) foram os responsáveis por abrir a noite de disputas em Boituva. Soberano nas duas voltas, Hector mais uma vez saiu vitorioso no segundo Duelo 1x1 disputado entre ambos na sequência. Liderando de ponta a ponta, não foi ameaçado em nenhum momento e garantiu os dois primeiros pontos da noite com a vitória. Ramos faturou um ponto pelo segundo lugar.

 

1ª Bateria

Uma disputa grandiosa, digna da expectativa criada pelo público presente. Líder do campeonato, o piloto português, Paulo Alberto #211 (IMS Racing) assumiu a ponta da disputa logo na primeira curva e de lá não mais saiu. Por algumas voltas, viu seu antigo companheiro, Hector Assunção ameaçar sua liderança, mas com velocidade e técnica, dominou a prova, abriu vantagem e confirmou o bom momento vivido na competição. Hector se manteve firme na segunda colocação e acabou sendo seguido de perto pelo A terceira colocação da primeira bateria ficou com venezuelano, Humberto Martin #101 (Rota K Racing/Kawasaki).

 

2ª Bateria

Novamente a disputa seria entre os dois antigos companheiros de equipe, mas desta vez, com a sorte invertida. Em uma prova excepcional, Hector Assunção assumiu a liderança logo nas primeiras voltas, se consolidou na ponta e abriu vantagem a cada volta sem ser ameaçado em nenhum momento. Vitória maiúscula do brasileiro que viu Paulo Alberto terminar a bateria na segunda colocação. Jean Ramos, atual campeão do Arena Cross acabou na terceira colocação.

 

Confira a classificação do campeonato na categoria MX PRÓ

1º Paulo Alberto #211 (IMS Racing) – 109 pontos

2º Hector Assunção #30 (Honda Racing) – 100 pontos

3º Jean Ramos #1 (Yamaha/Geração) - 98 pontos

4º Humberto Martin #101 (Rota K Racing/Kawasaki) – 90 pontos

5º Lucas Dunka #934 (Honda Racing) – 58 pontos

6º Caio Lopes #134 (Rota K Racing/Kawasaki) – 49 pontos

7º Dudu Lima #02 (Kawasaki/EMG) – 35 pontos

8º Leonardo Souza #945 (Honda Racing) – 34 pontos

9º Marcello Lima #12 (Kawasaki/EMG) – 32 pontos

10º Thales Vilardi #27 (Subs27 Orange/KTM)– 31 pontos

11º Jetro Salazar #20 (Honda Racing) – 23 pontos

12º Venicio Voigt #51 (Honda Racing) – 23 pontos

13º Adam Chatfield #407 (RKS Racing) – 21 pontos

14º Fábio Santos #4 (Yamaha/Geração) – 5 pontos

15º Tatá Pelegrino #513 (Star Racing/Playstation) – 0 pontos

 

50cc

A disputa mais charmosa do Arena Cross cumpriu com seu papel e retirou suspiros do público presente. Com pequenos talentos nas motos, o show ficou por conta do piloto Francisco Emílio #06 que praticamente se colocou como virtual campeão da disputa desse ano com sua terceira vitória em três etapas.  Dominou a bateria de ponta a ponta e sagrou-se vencedor com certa tranquilidade. Na segunda colocação, chegou o piloto Gustavo Torres #712, seguido de perto pelo pequeno Mateus Oliveira #15, que completou a lista com os três primeiros colocados.

 

Confira a classificação do campeonato na categoria 50cc (10 primeiros)

1º Francisco Emílio #6 – 60 pontos

2º Gustavo Torres #712 – 51 pontos

3º Mateus Oliveira #15 – 39 pontos

4º Caio Tiburcio #94– 28 pontos

5º Lucas Pereira #717 – 24 pontos

6º João Aquino #05 – 24 pontos

7º Nikolas Tapari #22 – 21 pontos

8º Luiz Henrique Tapari #158 – 19 pontos

9º Emanuel Destri #796 – 18 pontos

10º Breno Aguiar #222 – 15 pontos

 

65cc

De volta nas disputas do Arena Cross para a temporada 2018, a categoria que mais revela talentos no motocross trouxe mais uma prova de tirar o fôlego do público presente, com disputas alucinantes e três pilotos dividindo a liderança da prova. O primeiro a figurar na ponta foi Gustavo Rodrigues, que liderou por algumas voltas antes de ver a incrível disputa entre Rafael Becker e Garmichel Rodrigues, que volta a volta revezaram a liderança da prova até que o catarinense Rafael Becker conseguiu se confirmar na ponta e faturar sua primeira vitória na temporada 2018, dando mais emoção ao campeonato.

 

Confira a classificação do campeonato na categoria 65cc (10 primeiros)

1º Garmichel Rodrigues #04 – 57 pontos

2º Rafael Becker #07 – 52 pontos

3º Vitor Hugo Borba #28 – 43 pontos

4º Gustavo Rodrigues #55 – 36 pontos

5º Bruno Leal #317 – 29 pontos

6º Bernardo Tiburcio #03 – 28 pontos

7º Ana Letícia #113 – 22 pontos

8º Raul Miranda #205 – 19 pontos

9º Felipe Maia #931 – 16 pontos

10º Felipe Marques #160 – 15 pontos

 

O evento:

Em grande estilo, como já é sua marca registrada, o Arena Cross Brasil realizou sua terceira etapa da temporada 2018 da competição com um grande público e pela primeira vez na cidade de Boituva, interior de São Paulo. O clima ajudou e a previsão de chuva não se confirmou, o que garantiu o sucesso do evento que completa duas décadas de história no país no ano de 2018.

 

Como sempre acontece, o ponto alto da noite ficou por conta da grande ação social que caminha junto com as disputas nas pistas. Isso porque em todos os eventos do Arena Cross, cada ingresso é trocado por alimentos. Na etapa de Boituva, a troca foi realizada por leite integral e farinha de trigo. Nesta segunda-feira, 08, o Fundo Social de Solidariedade da cidade receberá todo alimento arrecadado, que será repassado de acordo com os critérios do município.

 

Representando o Poder Público no evento, o prefeito, Fernando Lopes da Silva elogiou o evento e destacou a ação social envolvida. “Estamos muito contentes pelo porte do evento que trouxemos a Boituva. Além da grande ação social envolvida, tivemos a oportunidade de oferecer uma opção de entretenimento a altura do nosso município. Feliz pelo público que abraçou a ideia e esperamos com certeza que tenha sido o primeiro de muitos eventos”, comentou.

 

Além das provas das categorias 50cc, 65cc e MX PRÓ, quem veio ao evento acompanhou dois outros espetáculos de tirar o chapéu. O primeiro deles, a disputa do Duelo 1x1 Ídolos, que envolveu os dois grandes campeões do motocross nacional, Rafael Ramos e Jorge Negretti. O duelo, equilibrado, acabou com vitória de Ramos, mas o resultado pouco importou perto da emoção sentida pelo público ao ver os dois ídolos do esporte nas pistas novamente.

 

A cereja do bolo ficou por conta do show de freestyle oferecido no intervalo entre as duas baterias da categoria MX PRÓ. Neste sábado, os pilotos Fred Kyrillos, Marcelo Simões e Ciro Oliveira levaram o público ao delírio com manobras de tirar o fôlego. O show de manobras faz parte do cronograma do Arena Cross desde a temporada 2017 e faz cada vez mais sucesso em cada cidade por onde passa.

 

Redes Sociais:
Facebook: Arena Cross Brasil
Instagram: @arenacrossbr
Youtube: Arena Cross Brasil

 

Loja Oficial:
Camisetas oficiais do Arena Cross com vários modelos e estampas radicais:
www.ticket3shop.com.br

 

Arena Cross 2018:

Patrocínio: Monster Energy e Honda.
Co-patrocínio: Ipiranga lubrificantes, Two Strokes e LivPlay.
Apoio: Prefeitura de Boituva, Moto Guia Concessionária Honda, Two Strokes, Revista Pró Moto, Revista Dirt Action, Moto Channel Brasil e Ticket3. 

Supervisão: Linem (Liga Nacional de Esportes a Motor)