Comentários

Nenhum comentário
Seja o primeiro a enviar um comentário
MXSX Nacionais

Penúltima etapa do Catarinense foi realizada em Tubarão

Escrito em 13/11/2017
Texto: Bruna Wagner - Assessoria FCM - Fotos: Racecross.com


O Campeonato Catarinense de Motocross está chegando ao fim. No último final de semana (28 e 29), a quinta etapa foi realizada junto a primeira da Copa Brasil Grillo Motos, em Tubarão.

Um dos destaques da etapa foi Jean Ramos, que participou de quatro baterias e foi o vencedor dos prêmios do Desafio Holeshot e Recorde da Pista, fazendo a melhor largada no sábado e  a melhor volta no domingo. Além disso, foi vencedor da MX2 e segundo na MX1.

Nicolas de Oliveira participou de três categorias no final de semana, sendo vencedor de duas. Ficou com a primeira posição na Nacional e Intermediária MX1 e foi terceiro colocado na MX2. “A prova foi muito boa na Nacional, consegui a primeira posição nas últimas voltas, pois contava com o cansaço do piloto que estava na frente. Na Intermediária, assumi a posição logo no início e consegui manter o ritmo até o final da prova”, conta.



Na MX1, a disputa foi muito grande entre Ramos e Pedro Bueno. Na primeira bateria, Ramos conseguiu a vitória, mesmo com Bueno pressionando nas últimas voltas, terminando em segundo. Na segunda bateria, Ramos caiu e logo se recuperou da queda, alcançando Bueno e na disputa de posições, os pilotos acabaram se encostando e Ramos caiu novamente.  Assim, Bueno ganhou a segunda etapa. Na final, Bueno ficou em primeiro, seguido de Ramos e Fabio dos Santos.

 

 



Na MX2, Bueno foi o segundo colocado. “Na primeira bateria faltou largar melhor e na segunda,  fui de terceiro para segundo, mas tive um problema na ignição da moto e depois de consertá-la acabei ficando com a quarta posição”, revela. Na categoria, Ramos venceu as duas baterias e a final ficou com Ramos em primeiro, Venicio Voigt em segundo e Oliveira em terceiro.

 



Milton Becker novamente venceu nas categorias MX3 e MX4 e tem tudo para ser o campeão na última etapa. Na MX3, a segunda posição ficou com Markolf Berchtold seguido de Jhonatan Batista. A MX4 teve como segunda colocação Erivelto Nicoladelli e terceiro Fabio de Oliveira.

Na Intermediária MX2, o pódio foi composto por Vanderlei Junior, Hiago Bon e Gabirel Andrigo. A Junior teve como campeões na etapa de Tubarão, Olivio dos Santos, Andrigo e Gabriel Mielke.



Rafael Becker segue fazendo um excelente campeonato e na 65cc foi o campeão, seguido do Ivo Konell e Garmichel Giehl. Na 55cc, Angelo Gonçalves, Eduardo Mielke e João Pereira foram os vencedores.



O resultado completo pode ser acessado aqui.

A última etapa acontece nos dias 18 e 19, em Rancho Queimado.

O Campeonato Catarinense de Motocross é patrocinado por Rinaldi e Grupo Geração.