Comentários

Nenhum comentário
Seja o primeiro a enviar um comentário
MXSX Nacionais

Com show nas pistas, Paulo Alberto vence todas as disputas do Arena Cross em Caraguatatuba

Escrito em 20/05/2018
Arenacross


Piloto português da IMS Racing fez melhor tempo do dia, venceu o Duelo 1x1 e as duas baterias da MX PRÓ.

 

Um final de semana para ficar marcado para sempre na memória de um dos maiores pilotos do cenário mundial do motocross. Natural de Portugal, o piloto da IMS Racing, Paulo Alberto #211 deixou o público que lotou as arquibancadas de Caraguatatuba de boca aberta. Soberano em todos os momentos em que esteve na pista, o lusitano foi o grande vencedor da noite.

 

Como a somatória de todas as disputas da noite, Paulo Alberto #211 saiu como grande vitorioso da abertura da temporada 2018 da competição. A segunda colocação ficou com o brasileiro Jean Ramos #01, seguido pelo venezuelano, Humberto Martin #101. Na quarta colocação apareceu o brasileiro Hector Assunção #30 (Honda Racing) e Jetro Salazar #20 (Honda Racing) completou a lista dos cinco primeiros colocados.

 

Duelo 1x1

Mais uma vez a primeira disputa da noite colocou em lados opostos os últimos campeões do Arena Cross Brasil. De um lado, o português da IMS Racing, Paulo Alberto #211 e do outro, o brasileiro da Yamaha/Geração, Jean Ramos #01. Os primeiros pontos da competição ficaram com o lusitano, que foi superior durante todo o percurso das duas voltas do duelo. Vencedor, Alberto faturou os dois pontos e começou a coroar uma etapa bastante especial.

 

1ª Bateria

Depois de um aperitivo do que seria o seu final de semana, Paulo Alberto #211 (IMS Racing) mais uma vez sobrou em pista durante a primeira bateria da principal categoria da noite. Dono do holeshot da prova, o lusitano não sofreu com nenhuma ameaça durante a prova. A vitória veio tranquila e com mais de oito segundos de vantagem para o brasileiro Jean Ramos #01 (Yamaha/Geração), seguido ainda por Hector Assunção #30 (Honda Racing), que ficou na terceira colocação.

 

2ª Bateria

A confirmação de que o final de semana seria de sucesso europeu veio com a segunda bateria. Novamente soberano, Paulo Alberto #211 (IMS Racing) sequer se sentiu incomodado com seus concorrentes em pista. A prova foi recheada de boas disputas na parte de trás, mas nada que ofuscasse o brilho do piloto português que mais uma vez foi seguido de perto pelo brasileiro Jean Ramos #01 (Yamaha/Geração). A terceira colocação da bateria acabou com o piloto venezuelano, Humberto Martin #101 (Rota K Racing/Kawasaki).

 

Confira a classificação do campeonato na categoria MX PRÓ

1º Paulo Alberto #211 (IMS Racing) – 42 pontos

2º Jean Ramos #1 (Yamaha/Geração) – 35 pontos

3º Humberto Martin #101 (Rota K Racing/Kawasaki) – 28 pontos

4º Hector Assunção #30 (Honda Racing) – 26 pontos

5º Jetro Salazar #20 (Honda Racing) – 23 pontos

6º Adam Chatfield #407 (RKS Racing) – 21 pontos

7º Thales Vilardi #27 (Subs27 Orange/KTM)– 17 pontos 29.863

8º Caio Lopes #134 (Rota K Racing/Kawasaki) – 16 pontos

9º Lucas Dunka #934 (Honda Racing) – 14 pontos

10º Venicio Voigt #51 (Honda Racing) – 13 pontos

11º Fábio Santos #4 (Yamaha/Geração) – 5 pontos

12º Otávio Chicaroni #513 (Star Racing/Playstation) – 0 pontos

 

 



50cc

A disputa mais charmosa do Arena Cross cumpriu com seu papel e retirou suspiros do público presente. Com pequenos talentos nas motos, o show ficou por conta do piloto Francisco Emílio #06 que dominou a bateria e sagrou-se vencedor com certa tranquilidade. Na segunda colocação, chegou o piloto Gustavo Torres #712, seguido de perto pelo pequeno Breno Aguiar #222, que completou a lista com os três primeiros colocados.

 

O resultado também é o mesmo da classificação da competição na menor categoria do evento. Após anos de domínio do prodígio Rafael Becker, é a primeira vez que a “cinquentinha” tem um novo líder.

 

Confira a classificação do campeonato na categoria 50cc

1º Francisco Emílio #6 – 20 pontos

2º Gustavo Torres #712 – 17 pontos

3º Breno Aguiar #222 – 15 pontos

4º Luiz Henrique Tapari #158 – 13 pontos

5º Lucas Pereira #717 – 11 pontos

6º Nikolas Tapari #22 – 10 pontos

7º Mateus Oliveira #15 – 09 pontos

8º Denyter Dorfschmitt #19 – 08 pontos

9º Lucas Cabral #95 – 07 pontos

10º Felipe Martine #413 – 06 pontos

11º Caio Tiburcio #94 – 05 pontos

12º João Aquino #05 – 04 pontos

13º Paulo de Petris #84 – 03 pontos

14º Vitor Hugo #02 – 02 pontos

 

 



65cc

De volta nas disputas do Arena Cross para a temporada 2018, a categoria que mais revela talentos no motocross trouxe uma grandiosa disputa entre dois pilotos que certamente farão parte de um promissor futuro da modalidade. Garmichel Rodrigues #04 e Rafael Becker #07 travaram um emocionante duelo em boa parte da prova. Becker largou na frente e liderou por algumas voltas, mas viu Garmichel completar uma prova impecável. Sem falhas, o piloto assumiu a ponta e abriu mais de sete segundos de vantagem sobre o seu principal oponente, confirmando sua primeira vitória na competição. A terceira colocação ficou com o piloto Felipe Marques #160, que completou a lista dos melhores da categoria.

 

Confira a classificação do campeonato na categoria 65cc

1º Garmichel Rodrigues #04 – 20 pontos

2º Rafael Becker #07 – 17 pontos

3º Felipe Marques #160 – 15 pontos

4º Vitor Hugo Borba #28 – 13 pontos

5º Gustavo Rodrigues #55 – 11 pontos

6º Raul Miranda #205 – 10 pontos

7º Felipe Maia #931 – 09 pontos

8º Thais Castro #111 – 08 pontos

9º Bernardo Tibúrcio #03 – 07 pontos

10º Ana Letícia #113 – 06 pontos

11º Bruno Leal #317 – 05 pontos

Não classificados:

João Torres #711

Eduardo Araújo #77

 

O evento:

Em grande estilo, como já é sua marca registrada, o Arena Cross Brasil abriu a temporada 2018 da competição com casa completamente lotada na cidade de Caraguatatuba, litoral norte de São Paulo. Aproximadamente seis mil pessoas lotaram as arquibancadas especialmente montadas no estacionamento do Serramar Shopping. Este ano, o evento completa duas décadas de história no país.

 

Como sempre acontece, o ponto alto da noite ficou por conta da grande ação social que caminha junto com as disputas nas pistas. Isso porque em todos os eventos do Arena Cross, cada ingresso é trocado por dois quilos de alimentos. Nesta segunda-feira, 21, o Fundo Social de Solidariedade de Caraguatatuba receberá quase 10 toneladas de alimentos, que serão repassados de acordo com os critérios do município.

 

Para o prefeito, Aguilar Júnior, o retorno da competição ao município coloca a cidade na rota dos grandes eventos esportivos do Brasil. “Nossa cidade tem vocação para o turismo e se sento honrada por receber uma das maiores competições do Brasil com o sucesso que foi o evento de hoje. Além de um verdadeiro show, também somos felicitados com a solidariedade do nosso povo com a doação dos alimentos”, comentou.

 

Além das provas das categorias 50cc, 65cc e MX PRÓ, quem veio ao evento acompanhou dois outros espetáculos de tirar o chapéu. O primeiro deles, a disputa do Duelo 1x1 Ídolos, que envolveu os dois grandes campeões do motocross nacional, Rafael Ramos e Jorge Negretti. O duelo, equilibrado, acabou com vitória de Negretti, mas o resultado pouco importou perto da emoção sentida pelo público ao ver os dois ídolos do esporte nas pistas novamente.

 



A cereja do bolo ficou por conta do show de freestyle oferecido no intervalo entre as duas baterias da categoria MX PRÓ. Neste sábado, os pilotos Marcelo Simões, Ciro Oliveira e Cláudio Rocha levaram o público ao delírio com manobras de tirar o fôlego. O show de manobras faz parte do cronograma do Arena Cross desde a temporada 2017 e faz cada vez mais sucesso em cada cidade por onde passa.

 



Novidade para este ano, a disputa entre equipes também movimentou os pilotos. Com o sucesso de Paulo Alberto #211 nas provas da noite, a IMS Racing saiu como a grande vencedora da primeira etapa, ao chegar nos 63 pontos. O resultado dos pilotos colocou a Honda Racing na segunda colocação, com 49 pontos, seguida de perto pela Rota K Racing/Kawasaki, que terminou a noite com 44 pontos.   

 

Confira a classificação do campeonato por equipes

1º IMS Racing – 63 pontos

2º Honda Racing – 49 pontos

3º Rota K Racing/Kawasaki – 44 pontos

4º Yamaha/Geração – 40 pontos

5º Subs27 Orange/KTM – 17 pontos

6º Honda Racing 2 – 14 pontos

7º Venício Voigt – 13 pontos

 

Redes Sociais:

Facebook: Arena Cross Brasil

Instagram: @arenacrossbr

Youtube: Arena Cross Brasil

 

Loja Oficial:

Camisetas oficiais do Arena Cross com vários modelos e estampas radicais:

www.ticket3shop.com.br

 

Arena Cross 2018:

Patrocínio: Monster Energy e Honda.

Co-patrocínio: IMS Racewear, Motul, Two Strokes e LivPlay.

Apoio: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, SerraMar Shopping, Two Strokes, Revista Pró Moto, Revista Dirt Action, Moto Channel Brasil, Hotel Pousada Paradise e Ticket3.